RAÇA E GENÉTICA QUE GERAM RESULTADOS
HEREFORD

RESUMO HISTÓRICO DA RAÇA

 A raça Hereford é originária do condado inglês de mesmo nome. Existem evidencias da existência desta raça desde o século XIV. Entretanto, Benjamin Tomkins é reconhecido como o fundador desta raça, cujo cruzamento e seleção iniciou-se a partir de 1742, sendo que em 1788 a raça já estava estabelecida e reconhecida como a primeira raça das ilhas britânicas.

Com a Revolução Industrial e o aumento na demanda do consumo de carne bovina, a raça Hereford se destacou como bovinos que possuíam alta produção de carne com grande eficiência produtiva. Com isso a raça se firmou exatamente por estas excelentes qualidades, tendo iniciado suas primeiras exportações oficiais a partir do ano de 1866.

No Brasil, o primeiro exemplar chegou em 1906, na cidade de Bagé-RS, e partir daí a raça expandiu pela região sul do Estado, com animais vindo da Argentina e do Uruguai.

PADRÃO RACIAL

A pelagem da raça Hereford caracteriza-se por ser vermelha de cara branca. A pelagem vermelha, com cara, ventre e extremidades da cauda e partes inferiores das patas totalmente branca, é aqui chamada de "Pampa".

Fertilidade, rusticidade, eficiência alimentar, longevidade e adaptabilidade são as características que tornam o gado Hereford a raça mais abundante em diversas regiões do mundo, sendo amplamente reconhecida como a raça básica em cruzamentos. A cara branca é dominante nos cruzamentos permanecendo nos mestiços por várias gerações.

BRAFORD

RESUMO HISTÓRICO DA RAÇA

A raça Braford surgiu nos Estados Unidos em 1947, quando Alto Adams Jr. iniciou o cruzamento de touros Hereford com vacas Brahman. Porém oficialmente ela ocorreu na década de 60. Já no Brasil, em 1967, o criador Rubem Silveira Vasconcellos, de Rosário do Sul-RS, iniciou o cruzamento do Hereford com a raça zebuína Brahman.

Após vários anos da introdução do zebuíno nos nossos pampas, produtores e técnicos trabalharam em cruzamento entre Hereford e Zebu, para a formação da raça Braford, conseguindo assim, rusticidade e adaptabilidade.

A partir da década de 80 a Associação Brasileira de Hereford e Braford, sabedora desses esforços, achou por bem tentar orientar e oficializar esse processo de criação, com apoio da Embrapa Pecuária Sul. Assim em 1983 a Associação inicia o controle de registros de grau sangue e o mapeamento dos criadores que estavam fazendo os cruzamentos para formação da raça.

Nascia a Pampiano Braford, que após um curto período passou a se chamar apenas Braford, mudança que visou facilitar o intercâmbio internacional. Em 1993, a Associação Brasileira de Hereford e Braford obteve o reconhecimento de raça em formação pelo Ministério da Agricultura do Brasil, e recebeu a delegação para efetuar o registro genealógico da raça em todo território nacional, sendo a Braford, finalmente, reconhecida como raça, no Brasil, em 2003.

PADRÃO RACIAL

O padrão racial Braford deverá seguir, de forma geral, tipos biológicos que externamente mostrem ser animais produtores de carne, bem estruturados, precoces e de boa musculatura, indicativa de alto rendimento de carcaça, adaptados às diferentes regiões climáticas do país. A raça considerada Pura Sintética tem o grau de sangue 3/8, ou seja (3/8 Zebuino e 5/8 Hereford).

A raça Braford tem pelo curto e lustroso, com as devidas variações conforme zona e época do ano. Congrega a fertilidade, habilidade materna, precocidade, temperamento dócil, volume e qualidade da carne do Hereford com a capacidade de adaptação aos trópicos, resistência aos ectoparasitas, rusticidade e rendimento de carcaça dos zebuínos, além do benefício indiscutível da heterose, que qualifica ainda mais sua carne.

Nos ventres base, graus de sangue ½ - ¼ - ¾, sempre deverá aparecer aporte de sangue Hereford, sendo eliminadas as pelagens totalmente tapadas, excetuando-se o grau de sangue ¾, onde serão aceitas.